CUIDADO COM OS FALSOS INTEGRAIS

Todos os dias falamos sobre o consumo de produtos integrais, mais benéficos para a saúde por possuírem maior quantidade de vitaminas, minerais e fibras. São considerados integrais grãos e cereais que não passaram por um processo de refinamento. Como a casca e a película não são descartadas, preserva-se boa parte dos nutrientes e das fibras, que atuam como uma “vassourinha” no nosso organismo e ajudam a reduzir os níveis de colesterol. Também permitem controlar as taxas de açúcar no sangue e ajudam no emagrecimento.
Porém nem sempre os produtos vendidos como integrais oferecem tais benefícios uma vez que possuem uma quantidade maior de ingredientes refinados em sua composição. Mas, como saber se aquele produto é realmente integral? Só lendo o rótulo!
Como no Brasil não existem normas para a fabricação desses produtos, cada empresa adota um parâmetro. Umas adotam o americano. Lá o pão integral deve ter 51% de farinha integral. Mas, a maioria baseia-se na resolução que define o pão integral como aquele “preparado com uma mistura de farinha de trigo refinada e farinha de trigo integral, fibra ou farelo de trigo”.
Bem, por essas e outras devemos ficar mais atentos aos rótulos que dizem tudo a respeito do produto que estamos levando para casa. A dica é identificar o primeiro ingrediente, que é aquele em maior quantidade no produto. No caso dos pães integrais, devemos procurar pela farinha integral, de centeio ou outro ingrediente divulgado na embalagem.
No exemplo a seguir, se buscamos um pão integral podemos levá-lo para casa tranquilamente, pois a farinha integral é o principal componente da massa:
Ingredientes: Farinha de trigo integral, glúten, açúcar mascavo, semente de girassol, grão de trigo, grão de centeio, flocos de aveia, flocos de centeio, gergelim, mel, gritz de milho, óleo de girassol, farinha de linhaça, sal, grão de quinoa, gritz de soja, grão de cevada, grão de milheto, grão de triticale, semente de linhaça, conservador propionato de cálcio, emulsificantes estearoil-2-lactil lactato de cálcio e polisorbato 80.
Já no próximo exemplo, apesar da embalagem afirmar que o pão é integral não podemos considerá-lo como tal, uma vez que é composto, na sua maioria, por farinha de trigo refinada:
Ingredientes: Farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, fibra de trigo, açúcar, gordura vegetal, sal, glúten e fermento biológico e conservador propionato de cálcio.
Então já sabe: nada de ir ao supermercado com pressa. Reserve sempre um tempinho hábil para ler os rótulos, verificar a data de validade e a integridade das embalagens.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s