Quiabo

Originário de regiões da Etiópia, na África, o quiabo chegou ao Brasil nos navios negreiros e até hoje permanece como uma contribuição significativa dos africanos à agricultura e alimentação nacional, ao lado da melancia, no gergelim, feijão de corda, entre outros.

É um arbusto anual, que pode crescer até três metros de altura, dependendo da variedade. Gosta muito de calor, por isso é encontrado principalmente no verão. As folhas são grandes e recortadas. As flores nascem isoladas umas das outras e são amarelas, com o miolo marrom ou roxo. De cada flor sai um fruto de formato cônico e comprido, recoberto por uma pelugem.

 

USOS E PROPRIEDADES

O quiabo é rico em fibras e funciona como um regulador do intestino, sendo um laxativo leve. Contem ferro e cobre (necessário para a absorção do ferro e para a formação dos glóbulos vermelhos do sangue) e cálcio, fósforo e vitaminas A, B e C (essa se perde com o cozimento).

Na medicina caseira, o quiabo é estimulante do estômago e do intestino. Infusões feitas com os frutos e as folhas, adoçadas com mel, são benéficas no tratamento de pneumonias e bronquites.

É emoliente e antiinflamatório.

ÉPOCA

O quiabo gosta de calor e prefere as temperaturas entre 22 e 25º C.

No Sitio, só conseguimos colher quiabo no verão. Os arbustos conseguem resistir ao calor forte e às chuvas fortes. Os temporais podem diminuir a produção se arrancarem as florzinhas amarelo claro que dão lugar aos quiabos.

AO COMPRAR

O quiabo deve estar tenro, de uma cor verde uniforme, sem manchas ou pintas. Faça um teste infalível: dobre a pontinha do quiabo – se quebrar está no ponto. Se curvar sem quebrar, deve estar fibroso e duro.

No Sitio, fazemos uma seleção cuidadosa. Além de serem muito frescos, separamos os quiabos por tamanho, para que o cozimento seja uniforme.

ARMAZENAMENTO

Guarde-o na geladeira em saco plástico e para que obtenha o melhor de seu sabor e textura, consuma-o em poucos dias.

PREPARAÇÃO

O quiabo pode ser preparado de diversas formas: refogado, cozido, assado, em saladas e sopas. O que mais afasta esse alimento tão nutritivo da mesa de muitas pessoas é sua baba. Mas é fácil tira-la: basta pingar algumas gotas de limão depois de cortadinho, antes de usá-lo ou mesmo durante o cozimento.

RECEITAS

ENSOPADO DE QUIABO

Ingredientes

– 1 colher (sopa) de óleo de milho
– 1 dente de alho amassado
– 1 cebola picada
– 2 tomates sem pele e sem sementes, picados
– 500 gramas de quiabos lavados, picados em rodelas
– 1 lata de milho escorrido
– 1 folha de louro
– ¼ xícara (chá) de salsa picada
– Sal e pimenta malagueta a gosto

Modo de fazer

Deixe o quiabo cortado de molho em água e limão. Escorra.

Aqueça o óleo de milho, refogue o alho, a cebola, junte os tomates, os quiabos e o milho. Tempere com sal, pimenta e louro. Tampe e deixe cozinhar em fogo baixo até o quiabo ficar macio. Junte a salsa picada, retire do fogo e sirva.


Fonte

Guia Rural – Horta

Alimentos que curam – Paulo Eiros Gonsalves – Ibrasa

O milagre das plantas – Inna Bruno e Nilza Nadi – Editora Atheneu Cultural

Receitas para Vegetarianos – Margarida Valenzi – Marco Zero

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s