Doença celiaca

Esse é um dos assuntos mais interessantes para se estudar na visão integrativa da nutrição funcional, ou seja, quando um órgão ou sistema se altera, todos os demais sofrem. Doentes celíacos ou os sensíveis ao glúten, apresentam inflamação intestinal e hiperestimulação da enzima transglutaminase 2 – TG2 (existem 9 identificadas em humanos), em virtude dos peptídios do gluten atravessarem a membrana epitelial dos enterócitos, em situações de hiperpermeabilidade, o que acontece quando temos disbiose intestinal. E disbiose está presente em 4 de cada 5 pacientes que atendemos na clínica. Só que tão importante quanto tratar o intestino, é observar que a transglutaminase age no fígado estimulando enzimas de matriz extracelular e estimulam a fibrinogênese, gerando fibrose hepática, assim como age na cascata de coagulação na conversão do fator 13, aumentando o risco de trombos e coágulos, tornando o sangue mais viscoso. Ou seja, abusar de glúten e apresentar disbiose engrossam o sangue!! Pensando agora, é possível imaginar que alterações na pele, rugas, pele menos sedosa, muito áspera, cicatrizes hipertróficas, etc, possam ter relação com consumo de glúten já que as transglutaminases 1, 3 e 5 são expressas na epiderme.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s